Bioderma Portugal | ATOPIA? A Pediatria responde às suas questões na pele atópica.

Allez au contenu Allez à la navigation

29 Janeiro 2020

Pediatras Dra. Rita Gomes e Dra. Sara Aguilar

ATOPIA? A Pediatria responde às suas questões na pele atópica.

A Dra. Rita Gomes e Dra. Sara Aguilar, Pediatras, Mães e autoras do perfil Instagram @be.a.ba.da.pediatria respondem às dúvidas e questões de quem vive diáriamete com o desconforto da dermatite atópica. É-lhe familiar?

Dra. Rita Gomese Dra. Sara Aguilar Mães e Pediatras - autoras do perfil instagram @be.a.ba.da.pediatria

 

ATOPIA?

DRa. RITA GOMES e DRA. SARA AGUILAR

MÃEs, PEDIATRAS e autoras do perfil instagram @beabadapediatria

 

 


 

 

 

  Tem-se pele atópica para sempre? É que as borbulhinhas na pele do meu filho passaram.
As boas notícias são essas. A pele atópica das crianças tem tendência a melhorar com a idade, geralmente a partir dos 4 anos e pode mesmo passar! Podem é surgir outros sintomas alérgicos nessa fase como a rinite ou a asma.

  Tenho pele atópica e anda muito seca, o que devo fazer para melhorar isto?
A pele atópica precisa de cuidados diários e de produtos específicos de pele atópica: É essencial ter um bom gel de banho de pele atópica associado a um bom creme hidratante de pele atópica. Quando fica mais seca, deve reforçar-se o creme hidratante mais vezes ao dia: deve aplicar uma nova camada de creme nas áreas secas sempre que se for lembrando ao longo do dia!

  Qual a diferença entre pele atópica e pele intolerante?
A pele atópica faz parte do grupo de patologias que surgem em idades típicas, respeitando a marcha alérgica ( geralmente surge primeiro a pele atópica e mais tarde a rinite alérgica e a asma), e está associada a uma carga familiar também de pessoas com estas manifestações.
A pele intolerante/ reactiva - surge quando um agente agressivo contacta com a pele, e faz esta ficar vermelha e descamativa, como o caso do contacto de zonas da pele com metais a que a pessoa é alérgica, ou quando o rabinho dos bebés contacta com fezes ácidas e fica muito vermelha e descamativa.

  Uma coisa que faz crises no meu bebé é a roupa. Como escolher? Neste momento só de algodão.
Realmente são vários os estímulos que podem fazer agravar a pele atópica e o tipo de roupa é um deles. As roupas de 100% algodão são as melhores e mais bem toleradas sim!
Deve ter cuidado com as etiquetas, que ao roçarem na pele podem agravar os eczemas. Há crianças que até têm de usar os bodies do avesso, porque até as costuras da roupa agravam a pele.
Temos de adaptar também o vestuário à temperatura: muitas camadas de roupa, podem fazer a criança suar e agravar o eczema, e roupas apertadas como os collants, fazem fricção na pele e também agravam o eczema.

  Estou grávida e tenho pele atópica. Devo escolher produtos de bebé para este tipo de pele?
Se a mãe tem pele atópica, há forte probabilidade do bebé também ter uma pele semelhante. Para não ter de andar a gastar dinheiro a tocar de cremes, o nosso conselho é o de comprar logo no início o gel de banho e creme hidratante de pele atópica sim. se depois com o tempo se verificar que o bebé em uma pele ótima, vai-se relaxando e começando a testar cremes pele normal.

  Pele atópica é o mesmo que dermatite?
Dermite atópica é o mesmo que pele atópica sim. Geralmente usamos o termo pele atópica quando as manífestações da dermite atópica são mais ténues.

  Quais os sintomas de pele atópica?
É uma doença de pele que dá comichão, descamação, irritação e vermelhidão na pele. Pode atingir apenas zonas específicas do corpo ou toda a superfície corporal. Consoante a idade, as localizações onde surgem os sintomas são diferentes. Nos bebés é mais frequente na face e couro cabeludo., podendo atingir toda a superfície corporal. Nas crianças mais velhas atinge preferencialmente as pregas e braços. Nos adultos, mais as pálpebras, pregas e mãos/pés.

  Psoríase é considerada pele atópica? Quais os produtos a usar na hidratação da psoríase?
A psoríase é também uma patologia da pele que dá placas de pele vermelha, seca e descamativa em várias partes do corpo. não é uma doença de pele típica das crianças. Não é o mesmo que pele atópica. São patologias diferentes, com tratamentos diferentes. A psoríase deve ser seguida e orientada por um dermatologista.
Os cremes e gel de banho de pele atópica, como são muito hidratantes podem ajudar a hidratar e acalmar as placas da psoríase, no entanto o tratamento é feito em associação com outros cremes especiais.

  É possível ter pele atópica numa zona da cara e pele oleosa noutra zona da face?
É sim possível. O eczema não surge na cara toda. Se tiver uma pele mais oleosa, pode ter eczema nas pálpebras e contorno boca e bochechas, e testa e queixo com oleosidade e borbulhas… Nessas situações,os cremes de pele atópica serão para colocar exclusivamente nas áreas de eczema, evitando as áreas de maior oleosidade.

  A pele atópica é sempre pele seca?
Nem todas as peles secas, são peles atópicas. Pode-se ter pele seca, apenas por falta de hidratação, e recuperar se se começar a colocar um qualquer creme hidratante nessa área do corpo.
A pele atópica, tem geralmente uma carga familiar de pessoas com alergias, e essa pessoa além da pele atópica tem/poderá vir a ter outras manifestações alérgicas. A pele atópica precisa de muita hidratação e pode agravar com a utilização de cremes e produtos com cheiros perfumados. O tratamento não é definitivo, mas melhora com utilização de produtos de pele atópica, mas pode vir a ter crises de agravamento ocasionais quando em contacto com factores agressivos como frio, calor, roupas sintéticas,...

  Como lidar com pele atópica que apesar de seca fica com borbulhas?
Depende do tipo de borbulhas, mas estas não são um dos sintomas habituais da pele atópica. Pode ter outro tipo de patologia da pele concomitante como acne, foliculite ou ter estrófulo (fazer reação a picadas de inseto, com aparecimento de várias borbulhas iguais por todo o corpo  que dão muita comichão), ou até ter sarna… seria melhor mostar as borbulhas ao seu médico para ter a certeza que é só pele atópica que tem.

  Para bebés que vão para o infantário e que vão tomar banho todos os dias qual o melhor produto?
Depende, se o bebé apresenta pele atopica, o ideal é que o banho seja rápido e com água morna e que use uma gama de produtos apropriada para este tipo de pele, devendo hidratar pelo menos 1 vez por dia. Se não for o caso, deve no entanto usar produtos que cumpram com as seguintes características: serem hipoalergenicos, sem perfume ou fragância; sem parabenos, sem lanolina, pHneutro e sem corantes ou conservantes.

  O uso de toalhitas na cara pode desencadear crises?
A pele atópica apresenta a sua função barreira diminuída, sendo mais permeável que a pele normal e permitindo a penetração de alergenios ambientais. A higiene excessiva, principalmente com produtos que possam conter fragância, que não respeitem o pH fisiológico da pele ou que possam ser irritantes podem sim desencadear crises de eczema. Sendo assim, uso de toalhitas na pele atópica está contra-indicado.

  A pele atópica piora no Inverno?
Sim, o frio pode ser o pior inimigo da pele atópica. Deve garantir que a pele do seu filho está bem hidratada no inverno.

  Tenho uma bebé com um mês e meio e tem a pele muito reativa. Pode ser considerada pele atópica?
Nesta idade, ainda é cedo para afirmarmos que a sua bebé tem pele atópica. Se houver história familiar de alergia ou eczema a probabilidade torna-se maior. Habitualmente as primeiras manifestações de pele atópica surgem no primeiro ano de vida, depois dos 3 meses de idade. Deve no entanto consultar o seu médico assistente para que possa confirmar o diagnóstico e orienta-la com as melhores indicações.

  Produtos?
No banho deve usar um produto de higiene hidratante, sem sabão, ou um óleo de limpeza ultra-hidratante que respeite o pH fisiológico da pele (pH 5,5). Os banhos devem ser rápidos, com água morna. O creme hidratante deve ser colocado de manhã e à noite em todo o corpo e rosto e deve ser específico para peles atópicas.

  O que aplicar nas zonas mais complicadas e que dão muita comichão?
Poderá ser necessário em alguns casos recorrer ao uso de corticóides tópicos ou outras terapêuticas que requerem prescrição médica. Nestes casos, a criança deve sempre ser avaliada pelo seu Pediatra ou Dermatologista, para que lhe possam dar as melhores indicações.
 

 

 

A BIODERMA agradece a gentil colaboração das Pediatras Dra. Rita Gomes e Dra. Sara Aguilar pela disponibilidade na resposta às dúvidas e questões recolhidas através de Instagram Stories no perfil @biodermaportugal, sendo este um nobre contributo que atende o interesse de uma grande parte da população que vive como o desconforto da dermatite atópica.

@be.a.ba.da.pediatria
Dra. Rita Gomes e Dra. Sara Aguilar | Mães e Pediatras