Esta crise de saúde pela qual estamos a passar torna necessário que lavemos as mãos o maior número de vezes possível. As Autoridades de Saúde recomendam a lavagem das mãos com produtos de higiene e soluções hidroalcoólicas

"Um sabão ou gel de limpeza é uma alternativa eficaz ao uso de soluções hidroalcólicas” Professor de Demartologia, CHU Nantes

Bioderma - Handwash

No entanto, a pele pode perder a sua defesa natural e capacidade protetora ao longo do tempo. A lavagem frequente das mãos pode ter impacto no ecossistema da pele, removendo os lípidos que naturalmente preservam e protegem a pele. Esta situação é ainda mais comum quando se utilizam soluções hidroalcoólicas para higienizar as mãos, especialmente devido à alta concentração de álcool que fragiliza o filme hidrolípidico e, consequentemente, desidrata a pele.

O Professor Dominique Tennstedt do Serviço de Dermatologia da U.C.L afirma que mesmo assim, é essencial “continuarmos a lavar as mãos”. É por isso que recomendamos o uso de produtos de higiene suaves e testados dermatologicamente, sempre que possível.

Para preservar a barreira da pele de forma duradoura e proteger-se, a hidratação também é altamente recomendada.

Bioderma - Handcream
  • Docteur-Dreno covid-19
    Dra. Dréno, Professor de Dermatologia - CHU Nantes.

    Hidratar as mãos de manhã e à noite com um creme emoliente ou até duas a três vezes por dia ajuda a proteger e reconstruir o filme lipídico. Para as pessoas que usam máscara, é importante hidratar o rosto de manhã e à noite.

    Dra. Dréno, Professor de Dermatologia - CHU Nantes.

Mais do que nunca, é essencial adotar gestos para proteger a sua pele: lave as mãos sempre que necessário e aplique um creme hidratante a seguir.  Estes gestos permitem preservar a sua pele para que ela possa desempenhar a sua função de barreira protetora, de forma duradoura. 

Sabemos que muitos de vocês se questionam sobre quais os produtos mais apropriados a usar. 


Aurélie Guyoux, responsável de Investigação e Desenvolvimento na NAOS, responde às questões que foram colocadas pelos nossos seguidores nas redes sociais. 
 

Sabemos que o vírus é sensível a agentes de limpeza. Por isso é que é tão importante a lavagem frequente das mãos, seguindo todos os passos recomendados pela Organização Mundial de Saúde.  Todos os produtos de limpeza parecem ser eficazes contra o vírus. Os produtos da Bioderma contêm agentes de limpeza específicos que combinam eficácia na higiene e respeito pela barreira da pele. Os produtos de higiene e cuidado da Bioderma foram testados sob supervisão médica e aprovados pela sua eficácia e tolerância. Pode utilizá-los com segurança. 

Não existem provas de uma maior eficácia de produtos com propriedades antibacterianas contra o vírus COVID-19. Além disso, as bactérias e os vírus não são iguais. Assim, como recomendado pelas Autoridades de Saúde, a forma mais eficaz de proteção contra o COVID-19 é lavar as mãos frequentemente, usando um lenço descartável, evitar tocar no nariz/olhos/boca, manter a distância social de 1 metro e tossir ou espirrar para a parte interior do cotovelo. Adicionalmente, é importante cuidar e proteger a barreira natural da pele, hidratando as mãos após a lavagem.  

Home page - slider 2 Covid - product solutions

Uma vez que o COVID-19 foi descoberto recentemente, infelizmente não há muitos estudos científicos sobre a sensibilidade do vírus. Mas tendo em conta as características de muitos vírus e em particular o coronavírus, é provável que sejam sensíveis a produtos de higiene clássicos. É por isso que adotar medidas de proteção é tão importante para preservar a sua saúde. Estas medidas incluem higiene frequente das mãos e distanciamento social. No sentido de respeitar a função da barreira da pele, é importante selecionar produtos de higiene de qualidade e aplicar regularmente o emoliente para hidratar e regenerar a pele. 

Home page - slider 2 Covid - product solutions

Respeitar as medidas de segurança continua a ser a forma mais eficaz de prevenir a propagação do Coronavírus, protegendo a sua saúde e a dos outros. Comprometidos com a nossa missão de saúde, relembramos as medidas recomendadas pela Organização Mundial de Saúde, de forma a prevenir a propagação do COVID-19.

Até agora, as evidências demonstram que o novo COVID-19 pode ser transmitido em todas as áreas, incluindo zonas com temperatura e humidade elevada.

Covid - logo World Health Organization

Não há evidências que permitam concluir que as temperaturas baixas possam matar o novo coronavírus ou outras doenças. A temperatura média do corpo humano é entre 36.5 °C e 37 °C, independentemente da temperatura externa ou das condições climáticas.

Covid - logo World Health Organization

Pulverizar álcool ou cloro não irá matar o vírus que já entrou no organismo. Pulverizar estas substâncias pode ser prejudicial para a roupa ou para as membranas mucosas (i.e. olhos, boca). Estas substâncias podem ser utilizadas para desinfetar superfícies, mas deverão ser aplicadas seguindo recomendações apropriadas.

Covid - logo World Health Organization

Não, estas vacinas não protegem contra o novo coronavírus. O vírus é novo e diferente, sendo necessária uma vacina específica. Os investigadores estão a tentar desenvolver a vacina e a OMS está a suportar os seus esforços.

Covid - logo World Health Organization

Não, os antibióticos só são eficazes contra bactéricas. O SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19, é um vírus e não uma bactéria. 

Covid - logo World Health Organization

Até hoje, não há nenhum tratamento específico para prevenir ou tratar a COVID-19. Alguns tratamentos específicos estão a ser investigados e serão testados em ensaios clínicos. A OMS, em colaboração com vários parceiros, está a ajudar a acelerar o processo de investigação e desenvolvimento.  

Covid - logo World Health Organization

As bebidas quentes podem trazer algum conforto, desde que a temperatura não seja demasiado elevada, de forma a proteger a garganta. No entanto, infelizmente não têm impacto nenhum na proteção contra a COVID-19.

Covid - logo World Health Organization

Tomar um banho de imersão pode ajudar a relaxar. No entanto, não irá impedir a propagação do coronavírus.  

Covid - logo World Health Organization

Os secadores de mãos não são eficazes a matar a COVID-19. As lâmpadas de UV não devem ser usadas para esterilizar as mãos ou outras áreas da pele, uma vez que a radiação UV pode provocar irritação.

Covid - logo World Health Organization

Para mais informações, aceda às recomendações da Organização Mundial de Saúde.

No sitehttps://www.who.int/emergencies/diseases/novel-coronavirus-2019/advice-for-public/myth-busters

Porque ao proteger-se a si está a proteger os que ama, a Bioderma está consigo com todo o coração durante esta crise de saúde. Desejamos que se mantenha o mais positivo possível, saudável e seguro.

Care first.