Dehydrated skin

A pele desidratada manifesta-se pela perda de brilho e de conforto e pela sensação, mais ou menos intensa e persistente, de pele repuxada

A pele fica com prurido, principalmente após a lavar, e pode também descamar. Trata-se de um estado pouco habitual e passageiro, não necessariamente relacionado com um tipo de pele "seca". Isso significa que uma pele oleosa pode perfeitamente sofrer episódios de desidratação.

Quais são as causas da desidratação da pele ?

Woman drinking water
  • A água, assim como o ar, é um elemento essencial à vida
  • A água corresponde aproximadamente a 65% do peso total de um adulto.
  • Assim, uma pessoa com 70 kg é constituída por cerca de 49 litros de água, 15% dos quais estão concentrados na pele.
  • A água desempenha um papel essencial na pele, que é um reservatório a que outros órgãos recorrem. Facilita as trocas com o ambiente exterior: a água desloca-se da derme para a superfície, impregnando as várias camadas por difusão.
  • Esse fluxo de água é designado por Perda Transepidérmica de Água (PTA). Naturalmente protegida por uma película hidrolipídica na superfície, a camada córnea (camada exterior da epiderme) trava esse processo de evaporação. 
  • Se essa barreira fisiológica for alterada, a PTA acelera, deixando a pele seca. A água na derme deixa de circular para a epiderme e a película hidrolipídica deixa de desempenhar a sua função. 

Uma série de fatores podem causar desidratação

Cold
Fatores ambientais como o frio, o inverno, o vento, a poluição, os raios UV, etc
Smoking
Fatores exteriores como o tabaco ou o álcool
Stress
Fatores emocionais stress ou fadiga
Pills
Certos tratamentos médicos como medicamentos anti-acne, ou anti-colesterol
Essential oils
Produtos cosméticos muito agressivos, detergentes, removedores ou secantes

A pele é muito sensível às deficiências de água, por isso possui um mecanismo de hidro-regulação.


1) A hidro-regulação cutânea

A pele é constituída por 70% de água. Quase 75% dessa água localiza-se em profundidade na derme, onde desempenha um papel importante na resistência da pele. 

A hidratação da epiderme resulta da intervenção de 2 elementos: 

  • a água estática, que é fixa
  • e a água dinâmica, que circula

A hidro-regulação permite o equilíbrio entre esses dois componentes aquosos e é a única garantia da integridade física e funcional da pele. 3 Fatores principais contribuem para a hidro-regulação: os NMF (os Natural Moirturizing Factors ou fatores naturais de hidratação), os lipídios na camada córnea e as aquaporinas.

Water drops

2) Os  NMFs (fatores naturais de hidratação), fatores de hidro-regulação.

Os NMFs são moléculas capazes de fixar a água na camada córnea; são os chamados humectantes. Os NMFs mais conhecidos são a ureia e o ácido lático.

Outras substâncias utilizadas em cosméticos possuem as mesmas propriedades, como é o caso da glicerina e do xilitol.


A Função de Barreira da Pele e Água 

A camada córnea é constituída por células sem núcleo, "cimentadas" por lipídios chamados lipídos intercorneócitos.
A quantidade e a qualidade desses lipídios são fundamentais para a integridade da camada córnea e, portanto, para a sua função de "barreira". Quando estão ausentes ou se deterioram, a coesão celular deixa de ser garantida.

O resultado é um aumento da transpiração, também designado por perda transepidérmica de água (PTA: evaporação permanente, ligeira e natural da água presente no organismo). Uma pele bem hidratada deve ser capaz de reter a sua água, daí a importância dos lipídios intercorneócitos.
 

O que são aquaporinas?

As aquaporinas são os canais através dos quais a água se desloca na epiderme.
Essas proteínas são produzidas pelos queratinócitos (células da epiderme) e inseridas nas suas membranas, para permitir a passagem das moléculas da água. Essa circulação é essencial para a pele.

Com efeito, a epiderme não é vascularizada. Todos os elementos necessários à vida celular (sais minerais, vitaminas, elementos nutritivos, etc.), transportados pelo sangue para a derme, atingem as camadas superficiais da pele graças às aquaporinas. Sem as aquaporinas, a epiderme não poderia "alimentar-se".

 

Como estabelecer a diferença entre pele desidratada e pele seca?

A pele desidratada é sempre uma condição temporária que pode ser revertida com cuidados apropriados.

É uma alteração da camada superficial da epiderme que carece de água. Essa falta de hidratação perturba a função de barreira da pele e leva ao desconforto

Por outro lado, a pele seca ou muito seca é uma condição permanente e descreve um tipo de pele específico em que falta água e lipídios. Saiba mais sobre a pele seca e muito seca aqui.

 

Quem é afetado?

Todos os tipos de pele podem ficar desidratados em determinadas circunstâncias, ou durante certas estações.

Um dermatologista deverá confirmar o seu tipo de pele e ajudar a identificar possíveis fatores de desidratação, como mudanças no ambiente de trabalho, frequência de piscinas, uso de sabonetes ou gel de banho agressivos, uma doença recente, ou um tratamento medicamentoso (anti colesterol, etc.). 

Se existir um fator responsável perfeitamente identificado, deve corrigi-lo o mais rápido possível.

Doctor with patient - Prescription
  • Mesmo que a desidratação cutânea se deva a uma deslocação deficiente da água na pele, deveria garantir a hidratação beendo pelo menos 1,5 litros de água por dia (exceto contraindicação do médico). 
  • Tente manter uma atmosfera saudável em ambientes fechados, evitando ambientes sobreaquecidos ou climatizados, que aceleram a evaporação. Por outro lado, e em todos os casos, deve escolher produtos de higiene e cuidados não agressivos para a pele.  
  • Utilize produtos de limpeza hidratantes, não detergentes e, se necessário, muito nutritivos (dependendo da zona e do grau de secura, sob a forma de leites, cremes, bálsamos, pomadas ou óleos). 

O essencial é reduzir a evaporação da água, mantendo-a em quantidade suficiente na epiderme, mas também reparar a barreira cutânea danificada.

Woman doing sport

No rosto e no corpo, use produtos com um pH adequado, que não contenham surfactantes agressivos, como sabonetes sem sabão, ou um bálsamo de limpeza emoliente.

Woman washing her face with water

Duas vezes por dia, após o banho, não se esqueça de aplicar sistemática e suavemente um produto hidratante e emoliente, para reparar a barreira cutânea e reduzir a sensação de repuxamento.

Proteja-se, em caso de frio intenso ou de exposição aos raios UV. Lembre-se de hidratar a pele após nadar em piscinas, para limitar o efeito de secagem do cloro.

Bioderma - woman applying cream on the face