Os nossos olhos expressam o que pensamos e como nos sentimos. Eles são uma parte fundamental na nossa comunicação. Uma conversa apenas começa realmente quando duas pessoas se olham nos olhos. De facto, nada é mais difícil do que tentar falar com alguém que se recusa a olhar-nos nos olhos, seja a desviar o olhar ou a esconder-se por trás dos óculos de sol, por exemplo, sendo esta atitude interpretada como falta de consideração e indiferença. No entanto, durante uma crise de eczema palpebral, muitas pessoas tendem a esconder os seus olhos. Apesar de acreditarem que estão a proteger-se a si e aos seus amigos, estão na verdade, a isolar-se mais.

A irritação nas pálpebras surge sempre nos piores momentos, sem aviso prévio e maioritariamente entre as mulheres (80%) devido à utilização de produtos cosméticos. Quando as pálpebras são afetadas, a autoimagem e a autoestima também o são, em todos os momentos do dia-a-dia.  No trabalho, a autoconfiança diminui: não é fácil falar em público ou ter reuniões importantes quando as pálpebras estão vermelhas e irritadas. Os relacionamentos - amorosos ou outros – também são afetados, quando nos olhamos ao espelho e vemos algo pouco atraente.  Tudo isto é ainda mais verdadeiro quando as crises ocorrem com frequência.

As pálpebras, e a zona dos olhos em geral, possuem características específicas, o que as tornam extremamente frágeis.

A pele da zona dos olhos é entre três e quatro vezes mais fina e sensível do que o resto da pele do rosto. Esta zona não está tão bem protegida por apresentar uma camada hidrolipídica muito fina. Tem uma menor quantidade de glândulas sebáceas e uma função de barreira cutânea alterada. Frágil, esta fina camada de pele é ainda responsável por fazer as pálpebras piscarem cerca de 10.000 vezes por dia2.

Alergénios e moléculas irritantes (cosméticos, shampoo e condicionador, verniz de unhas, etc.) podem acumular-se na região das pálpebras. Altamente expostas, as pálpebras podem facilmente ficar irritadas, principalmente por serem tocadas pelos nossos dedos cerca de 100 vezes ao dia!

O ciclo vicioso da irritação nas pálpebrasciclo vicioso

Todas nós estamos sujeitos a sofrer de eczema palpebral a qualquer momento. Inicia-se geralmente com vermelhidão e irritação, desenvolvendo-se para prurido e possivelmente inchaço e secura cutânea. Tudo isto pode surgir ao longo de vários dias, sendo que a maioria das pessoas não consulta um médico, optando por ir à farmácia em busca de diminuir o desconforto estético e físico, rapidamente.

Quer a irritação nas pálpebras seja causada pelo eczema atópico, de contacto, ou alérgico, a sua verdadeira causa, na maior parte dos casos, não é diagnosticada.

Durante uma crise de eczema palpebral são prescritos dermocorticóides e cremes reparadores, sendo aconselhado que não se aplique maquilhagem por alguns dias.

As crises passam e a vida volta ao normal, assim como a rotina de beleza, que geralmente inclui cuidado para a zona dos olhos, maquilhagem, desmaquilhante e produtos de higiene, expondo a pele frágil das pálpebras à uma variedade de ingredientes e à fricção. É uma rotina que prejudica e enfraquece a pele, criando condições ideais para que uma nova crise ocorra uma vez que a irritação das pálpebras tem tendência a surgir constantemente, podendo torna-se crónica, num ciclo vicioso que se repete muito frequentemente.

O impacto da irritação das pálpebras na qualidade de vida

A irritação crónica das pálpebras causa um verdadeiro impacto na qualidade de vida uma vez que os olhos são parte fundamental nos relacionamentos sociais e na autoimagem.

  • Desconforto estético: inchaço, vermelhidão, secura cutânea que alteram a integridade física do rosto.
  • Desconforto físico:sensação de ardor, formigamento, repuxamento e comichão constante causam desconforto e dor ao longo de todo o dia.
  • Impacto mental: pessoas com eczema palpebral podem sentir vergonha de mostrar os olhos, perdendo a confiança em si mesmas. Sentem-se sozinhas para lidar com este problema e questionam-se como podem acabar com este ciclo vicioso que as afeta tanto física como psicologicamente. Estão à procura de uma solução imediata e duradoura.

1 Estimativa de uma compilação de dados epidemiológicos sobre dermatite atópica e eczema de contacto.

2 A Study Quantifying the Hand-to-Face Contact Rate and Its Potential Application to Predicting Respiratory Tract Infection - Mark Nicas a & Daniel Best - University of California, Berkeley, School of Public Health, Berkeley, California - Published online: 25 Apr 2008

Atoderm Intensive eye

Com Atoderm Intensive eye, Os Laboratórios Bioderma oferece finalmente uma solução única, adaptada às características específicas da zona extremamente frágil dos olhos. Com o seu cuidado 3-em-1 que acalma, repara e desmaquilha, Atoderm Intensive Eye faz parte de uma nova rotina diária para pálpebras secas e irritadas que acaba por completo com o ciclo vicioso. Fortalece a barreira cutânea e previne novas irritações.

  • BIODERMA foto produto, Atoderm Intensive eye T100ml, cuidado para eczema da pálpebra
  • Cuidado diário

    Pálpebras muito secas, irritadas e com eczema

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Intensive eye

    (51 opiniões)

    Intensive eye: Cuidado 3-em-1 para eczema da pálpebra: acalma, repara e remove a maquilhagem.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)