Atopic dermatitis in adults

Diagnosticar a dermatite atópica é o primeiro e decisivo passo que muitas vezes pode levar muito tempo. É por isso que é uma boa ideia marcar uma consulta assim que notar os primeiros sintomas. O tratamento que o seu médico prescrever ajudá-lo-á a lidar melhor com as crises e fará uma grande diferença.

Apesar de tudo, as pessoas que vivem com dermatite atópica têm, muitas vezes, dificuldades em identificar os especialistas mais indicados, em aprender mais sobre o seu problema de pele e a escolher os produtos indicados. Seja qual for a sua idade, se está preocupado ou é pai/mãe de uma criança com pele atópica, aconselhamos a que partilhe as suas experiências e as suas dúvidas. Aqui estão algumas ideias para encontrar respostas que, esperamos, ajudá-lo a controlar melhor o seu problema de pele no dia a dia e a encontrar algum alívio para o stress.

A pele atópica precisa de cuidados dermocosméticos, além de tratamentos médicos tópicos. A aplicação diária de um hidratante é a primeira recomendação dos dermatologistas quando se trata de pele atópica. E, portanto, é melhor escolher o produto indicado para higiene e cuidado. Aplicar o produto errado pode, facilmente, desencadear uma crise de eczema como, provavelmente, sabe. Para encontrar produtos verdadeiramente adaptados à sua pele, procure os rótulos que referem ser indicados especificamente a pele alérgica e atópica. Estes produtos foram desenvolvidos para responder a uma necessidade específica.

Eczema cream for kids
Emollient plus

‘‘Emollient plus’’

Em 2018 foram definidas as recomendações europeias para o tratamento de crianças e adultos com dermatite atópica. A iniciativa foi lançada por várias associações e instituições científicas e académicas, incluindo a European Academy of Dermatology and Venereology. Juntos, estabeleceram um consenso de boas práticas no cuidado da pele atópica, em particular a necessidade de hidratar. A categoria "Emollient Plus" destaca as categorias de produtos dermocosméticos cuja composição e eficácia respondem a essas recomendações.

Leia o artigo “Atoderm Intensive baume: a referência no cuidado da pele atópica”

ECARF European Centre for Allergy Research Foundation

Ecarf,um rótulo europeu para alergias na pele

O Centro Europeu para a fundação de pesquisa da alergia foi estabelecido na Alemanha em 2006. Presente em mais de 30 países, o seu comité científico independente verifica se os produtos com o rótulo atendem às necessidades das pessoas com alergias.

AFPRAL Association for the Prevention of Allergies

AFPRAL, um certificado francês para alergias na pele

A Associação Francesa para a Prevenção de Alergias foi fundada em 1991 por famílias de doentes voluntários. Os produtos recomendados pela AFPRAL são produzidos e fabricados com uma abordagem de prevenção de alergias. Os produtos devem trazer benefícios reais para as pessoas que lidam com diferentes patologias relacionadas à alergia. Nem todas as pessoas com eczema atópico têm necessariamente uma doença alérgica, mas este certificado representa uma segurança extra. Para ver os produtos recomendados pela AFPRAL, visite o site: https://allergies.afpral.fr

 

Já não existem motivos para permanecer isolado quando tem eczema atópico. Existem várias associações em todo o mundo que lutam para que o eczema seja reconhecido, organizando eventos para as pessoas que têm este problema de pele e para as suas famílias, bem como para o público em geral. Através das suas ações, conseguem ajudar a diminuir o isolamento. Não hesite em entrar em contato com a sua associação local para obter conselhos e apoio.

  • ADERMAP, em Portugal
  • L’Association Française de l’Eczéma em França
  • National Eczema Association Nos Estados Unidos da América
  • National Eczema Society no Reino Unido
  • Asociaciòn de Afectados por la Dermatitis Atopica em Espanha
  • ANDeA, Associazione Nazionale Dermatite Atopica em Itália
  • Association for People with Constitutional Eczema (VMCE - Vereniging Mensen met Constitutioneel Eczeem) na Holanda
  • Atopic Dermatitis Support Association no Brasil
  • Atopikerna na Suécia
  • Eczema Society of Canada, no Canada

 

Pode encontrar mais informações no seguinte site: https://www.altogethereczema.org/

Existem também comunidades de doentes e médicos altamente comprometidos. A comunidade de especialistas e doentes da BIODERMA apoia as pessoas que vivem com eczema atópico, fornecendo artigos sobre o assunto, coescritos por uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde. Pode encontrar dicas e conselhos práticos que irão ajudá-lo a gerir melhor os problemas relacionados à pele atópica e facilitar o seu tratamento.

A ajuda preciosa da educação terapêutica

Existem cerca de 80 Escolas de Atopia em todo o mundo, que se tornaram oficialmente parte do programa de aconselhamento para dermatite atópica em 2010, principalmente em hospitais e, às vezes, também em consultórios médicos particulares. As escolas oferecem educação terapêutica com abordagem psicoeducativa multidisciplinar para crianças e adultos. Todos os aspetos da patologia são abordados, desde os tratamentos à vida diária, oferecendo uma assistência útil para qualquer idade!

Além da medicina convencional, outras abordagens podem ser muito úteis para reduzir a comichão e o stress. Embora não devam substituir o tratamento prescrito por dermatologistas, podem realmente ajudar em termos de apoio psicológico para pais e crianças, adolescentes e adultos. A ideia é cuidar de si, seguindo as suas convicções e necessidades.

  • Para reduzir o stress, relaxar e acalmar o prurido, pode experimentar meditação, ioga e outras técnicas calmantes.
  • Se o eczema der origem a momentos de ansiedade e depressão, se se sentir isolado, não hesite em consultar um psicólogo. A melhor forma de superar as dificuldades é desenvolver ou reestabelecer à autoconfiança.
  • Se estiver interessado em medicamentos complementares, a sofrologia e a acupuntura podem ser uma ajuda extra. A acupuntura, em particular, mostrou resultados satisfatórios no que diz respeito à gravidade do eczema e o prurido, de acordo com uma análise publicada em 2020 de diferentes estudos1.

Algo artístico também pode ter efeitos positivos no seu estado geral e na sua pele. Inúmeros estudos têm demonstrado os benefícios da arteterapia e do processo criativo na autoestima, especialmente para problemas relacionados à autoimagem e às relações sociais2. Não se trata de se tornar um artista, mas de otimizar o bem-estar através da arte. Música, escrita, teatro, dança e escultura…Siga a sua inspiração!

 

1 Acupunct Med. 2020 Feb;38(1) :3-14 Ruimin Jiao, Zhongyang Yang, Yang Wang, Jing Zhou, Yuxiao Zeng, Zhishun Liu
2 Allergy 2012 Feb, Florian Pfab Technische Universität Munich & Harvard Medical School Boston

Terapia da música para travar a comichão

Um estudo prospetivo publicado em dezembro de 20201 analisou os efeitos positivos de uma sessão de relaxamento musical psicológico de 20 minutos em doentes com comichão. Uma forma simples e acessível de reduzir a vontade de coçar. As sessões de terapia musical podem ser prescritas por um profissional de saúde (médico, psicoterapeuta ...), e é melhor consultar estabelecimentos oficiais para encontrar profissionais de confiança.

1 The effectiveness of music on pruritus: open randomised prospective study – S. Demirtas, C. Houssais, J. Tanniou, L. Misery. Annals of Dermatology and Venereology – December 2020

Projeto Epidermis: Retratos de pele imperfeita

Sophie Harris-Taylor é uma fotógrafa inglesa de 29 anos, que criou e publicou na sua conta de Instagram uma série de fotografias artísticas chamada Epidermis. O seu objetivo era enaltecer a pele e as suas imperfeições, mostrando o rosto de mulheres, ao natural, sem maquilhagem ou retoques: acne, psoríase, vitiligo, híper pigmentação, eczema…A própria fotógrafa Sophia sofreu de acne severa e quis mostrar uma representação diferente da imagem física, abordando a diversidade e entrando no movimento “body positive”.  

Esta é uma abordagem comprometida em mudar a mentalidade e lutar contra os complexos, enquanto ainda luta e encontra soluções terapêuticas que ajudam… existem inúmeras razões para permanecer forte!

  • Higiene diária com enxaguamento

    Pele muito seca, irritada a atópica

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Intensive Gel moussant

    (5 opiniões)

    Intensive Gel moussant: Gel de limpeza suave, anti-prurido.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)

  • BIODERMA foto produto, Atoderm óleo de duche 1L, óleo de duche para pele seca
  • Higiene diária com enxaguamento

    Pele muito seca, irritada a atópica

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Huile de douche

    (207 opiniões)

    Óleo de duche: Hidratação 24 horas e conforto imediato desde o banho.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)

  • BIODERMA foto produto, Atoderm Intensive baume 500ml, bálsamo hidratante para pele seca
  • Cuidado diário

    Pele muito seca, irritada a atópica

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Intensive Baume

    (39 opiniões)

    Intensive Baume: Cuidado intensivo dermo-reestruturante e anti-prurido. Ultra-calmante e ultra-nutritivo.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)

  • Cuidado diário

    Pele muito seca, irritada a atópica

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Intensive gel-creme

    (4 opiniões)

    Cuidado nutritivo calmante, ultra leve e fresco

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)

  • Cuidados complementares

    Pele sensível seca a muito seca Pele muito seca, irritada a atópica

    Tecnologia de Alívio da pele

    Atoderm SOS spray

    (4 opiniões)

    SOS spray: Reflexo anti-prurido para alívio imediato.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)

  • Cuidado diário

    Pálpebras muito secas, irritadas e com eczema

    Patente Terapia de barreira da pele™

    Atoderm Intensive eye

    (51 opiniões)

    Intensive eye: Cuidado 3-em-1 para eczema da pálpebra: acalma, repara e remove a maquilhagem.

    Indicado para

    Para toda a família (exceto bebés prematuros)